Aline Fernandes – na final do concurso acompanhante mais sexy do Brasil


Nome: Aline Fernandes
Cidade: Jundiaí – SP
Idade: 32
Twittter: @Deusa_Aline
Instagram: @alinefnandes

Chegou a hora de conhecermos melhor as 10 beldades que estão na final do concurso Acompanhante Mais Sexy do Brasil, idealizado pelo Paradise Girl em parceria com o Novinhas Zap Zap e patrocínio do ConfrariaRS.

A entrevista de hoje é com a acompanhante Aline Fernandes, sucesso nas redes sociais e dona de cadeira cativa quando o assunto é atendimento de qualidade!

Aline Fernandes

Seja muito bem-vinda ao Novinhas Zap Zap! Para começar, gostaria de pedir para você se apresentar aos nossos leitores e contar um pouquinho da sua trajetória.

Olá, sejam bem-vindos. Sou Aline Fernandes, resido na cidade de Jundiaí, sou pós-graduada em controladoria, adoro apreciar bons vinhos e cervejas artesanais. Além disso, um dos meus hobbies preferidos é cozinhar! Também sou protetora dos animais, onde sempre ajudo diretamente e indiretamente algumas ONGs. Aline Fernandes nasceu em 2010 e atuou até 2011, após me formar na faculdade resolvi pendurar as calcinhas e trabalhar na área. Depois voltei em 2016 e estou até hoje trabalhando como acompanhante e criadora de conteúdo. 

Aline Fernandes, como você se sente sendo uma das 10 Acompanhantes Mais Sexy do Brasil em 2021?

Me sinto lisonjeada e surpresa, não imaginava que estaria entre as 10 finalistas!

Na sua opinião, qual seu ponto forte que faz você ser uma das acompanhantes mais sexy do Brasil?

Sou viciada em sexo e sem frescura. Gosto do que eu faço!

O que te motivou a trabalhar como acompanhante? Foi uma decisão fácil?

Começou pela curiosidade, montei um blog e logo veio o primeiro cliente.

Fui até apartamento dele, já rolou aquela química, sexo gostoso e quando acabou vi dinheirinho do lado do criado mudo, pensei: “faço aquilo que eu adoro que é sexo, me fazem sentir desejada e ainda ganho para isso?” Ali me senti valorizada! Depois do primeiro atendimento eu não parei, pelo ponto de vista foi fácil, sou uma mulher decidida, quando eu quero eu faço. 

Como é um dia comum na rotina de trabalho da Aline Fernandes?

Eu sou bem organizada com tempo, tiro uma parte dele para atender, treinar, produzir conteúdo, cuidar da minha casa, cozinhar e ainda gerenciar agenda/redes sociais. Além disso, também tiro um tempinho para uma boa drenagem, cuidados pessoais no geral e um descanso, que é mais do que necessário!

Este trabalho te fez ver os fetiches masculinos de outra forma?

Sim, inclusive pratiquei alguns dos quais eu tinha desejos e curiosidades. Quando me pedem fetiches específicos hoje eu faço com maior carinho do mundo, sei que isso vai satisfazer meu cliente, levã-lo ao ápice do prazer. 

E com relação aos seus próprios fetiches. Você hoje vê o sexo de uma forma diferente?

Muito diferente! Eu já realizei todos meus fetiches, mas a cada dia é um novo aprendizado, uma forma diferente de sentir prazer.

Você sempre teve esse lado, digamos, sexual, aflorado? Ou isso foi mudando com o tempo?

Sempre tive, mas estava escondido numa caixinha até que transei com dois homens, logo comecei a ter desejos por mulheres e casais, então com o tempo fui experimentando tudo. Um desejo foi aflorando os outros desejos e hoje posso me considerar uma ninfomaniaca, adoro passar o rodo! Risos!

E você é uma pessoa exibicionista?

Muito, e não só me exibir, também gosto de registrar tudo. O que é proibido sempre é mais gostoso!

Aline Fernandes

O que excita a Aline Fernandes?

Ver o tesão do outro e ser desejada me deixa muito excitada.

Você gosta de ouvir música na hora do sexo? Tem alguma playlist ou música preferida para esses momentos?

Adoro! Tenho uma playlist, o nome dela é “Sexo Quente”.

Aline Fernandes, já aconteceu alguma situação inusitada com você durante o atendimento?

Sim, várias! Porém, sempre tento contornar a situação para ninguém sair insatisfeito. Se quiser conto uma história.

Aline Fernandes

Apesar de um dos objetivos do concurso ser a diminuição do preconceito contra a profissão de acompanhante, muitas garotas não puderam participar por receio da exposição. Qual mensagem você teria para as garotas que ainda possuem medo de se expor?

Eu mesma não me exponho, mas tem outras formas de se fazer isso. Hoje temos as redes sociais que ajudam muito a mostrar e divulgar seu trabalho, pontos fortes, hobbies, modo de pensar… isso ajuda muito a conquistar clientes. Hoje é indispensável ter seu marketing pessoal, os homens não gostam de ver somente o corpo, gostam de saber o que tem atrás desse mistério. Meu conselho é não tenha medo, se arrisque, vá em frente, o mundo será todo seu!

Obrigado pelo seu tempo e pela entrevista. Deixe um recado para os nossos leitores.

Muito obrigada, agradeço pela oportunidade, carinho e interação! Não deixem de me seguir e acompanhar nas redes sociais. Beijos da Deusa!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.