Amanda Smell – Acompanhante especialista em atender casais


Nome: Amanda Smell
Idade: 30 anos
Cidade: Porto Alegre
Twittter: @amandinhasmell
Instagram: @amandasmell.oficial
Anúncio dela no Paradise Girl

Chegou a hora de conhecermos melhor as 10 beldades que estão na final do concurso Acompanhante Mais Sexy do Brasil, idealizado pelo Paradise Girl em parceria com o Novinhas Zap Zap e patrocínio do ConfrariaRS.

O papo da vez foi com a acompanhante Amanda Smell, uma morenaça dona de um corpo todo malhado e que é especialista em atender casais, inclusive ao lado do seu marido

Amanda Smell

Seja muito bem-vinda ao Novinhas Zap Zap! Para começar, gostaria de pedir para você se apresentar aos nossos leitores e contar um pouquinho da sua trajetória.

É uma alegria estar aqui e contar minha trajetória. Me sinto honrada de ter sido escolhida, com voto popular, em um país de mulheres tão belas! Bom, a minha história com esse universo começou quando o imóvel onde sediava minha escola de dança foi vendido, o que me deixou desolada. Passei um período turbulento buscando um novo propósito de vida e encontrei dentro da minha relação a necessidade de vivenciar novas experiências, isso deu sentido ao trabalho que desenvolvo: atendimento especializado a casais. Me preparo para um futuro próximo, prestar mentoria aos casais que queiram aderir ao estilo de vida liberal e já aviso: em breve estarei lançando um curso onde eu deixarei registrada toda a experiência que adquiri como acompanhante nos últimos anos.

Como você se sente sendo uma das 10 Acompanhantes Mais Sexy do Brasil em 2021?

Muito honrada. Só de estar entre as 50 mais lembradas eu já estava super feliz. Agora, entre as 10 finalistas sendo escolhida pelo público é uma grande satisfação!

Na sua opinião, qual seu ponto forte que faz você ser uma das acompanhantes mais sexy do Brasil?

Sou muito comunicativa, simples e espontânea. Gosto de falar, de ouvir, de interagir. Essa comunicação constante com o público pode ser um ponto forte.

O que te motivou a trabalhar como acompanhante? Foi uma decisão fácil?

Seria hipocrisia dizer que a remuneração não foi importante, mas o que me fez continuar foi eu ter encontrado um propósito. Atender casais me traz satisfação. Não foi fácil começar. Hoje tenho orgulho da mulher que eu me tornei e do trabalho que desenvolvo.

Amanda Smell

Amanda Smell, como é um dia comum na sua rotina de trabalho?

Sou muito diurna, acordo cedo. Primeira coisa que eu faço é cumprir com a agenda de trabalho: faço minhas divulgações, publicação dos parceiros, dou uma olhada nas redes sociais, vejo se tem pedidos da loja, tomo meu café, faço uma reunião rápida com meu marido que trabalha comigo e vou estudar. Tenho me dedicado muito no treinamento de desenvolvimento pessoal, técnicas de PNL e Coach. Tudo em função dos meus casais, de me desenvolver para conseguir ajudar as pessoas que me procuram, não somente com troca de fluidos, que é muito bom, mas meu atendimento não se resume a isso. Tenho meus dias definidos para a produção de conteúdo, e os dias que abro a agenda para atendimentos presenciais. Costumo encerrar meu dia com um bom treino de musculação, afinal de contas, estar bem fisicamente faz parte da minha rotina de trabalho.

Este trabalho te fez ver os fetiches masculinos de outra forma?

Não só os masculinos. Trabalhar com sexo me abriu um leque de possibilidades inclusive na vida pessoal.

Amanda Smell

E com relação aos seus próprios fetiches. Você hoje vê o sexo de uma forma diferente?

Sem dúvida. A minha chave virou quando eu coloquei o anúncio apresentando um casal para atender casais, e embora a gente não conhecesse outros casais especializados nesse tipo de atendimento, tivemos uma grande procura. Ou seja, o meu fetiche é muito mais normal do que se possa imaginar.

Você sempre teve esse lado, digamos, sexual, aflorado? Ou isso foi mudando com o tempo?

Eu fui professora de dança do ventre por muitos anos. Aprendi cedo a lidar com a minha sensualidade, tive que caminhar um bom tempo na linha tênue entre sensualidade e sexualidade. Sempre gostei muito de sexo e com o tempo isso foi amadurecendo. Hoje me sinto plena neste aspecto.

Amanda Smell

E você é uma pessoa exibicionista?

Por incrível que pareça não. Não gosto de ser notada na rua, pelo contrário, sou muito discreta. Prefiro passar despercebida na multidão. Mas no momento certo, me garanto na hora de “dar o show.” (risos) 

O que excita a Amanda Smell?

Não tem muito uma fórmula, mas sou um tanto fetichista, e como tal, gosto de fantasiar. Gosto de aromas, histórias e sensações.

Amanda Smell

Você gosta de ouvir música na hora do sexo? Tem alguma playlist ou música preferida para esses momentos?

Eu adoro música! Para todos os momentos especiais da minha vida, tem uma trilha sonora. A música sem dúvida muda o nosso estado de espírito. Tenho uma playlist no Spotify com o nome de Sensualle, recomendo.

Já aconteceu alguma situação inusitada com você durante o atendimento?

As mais diversas, poderia fazer um livro só disso. (risos). Já fui atender a um casal e chegando lá estava só o marido sendo que foi a esposa quem me contratou. Já atendemos, eu e o meu marido, um casal onde o marido queria assistir tudo por vídeo chamada. Já teve o casal que não podia nada, mas chegou na hora queriam tudo. Teve uma vez que a esposa deu um “pum” no meu marido na hora do oral, ele broxou e tivemos que ir embora. E por aí vai, daria um livro!

Apesar de um dos objetivos do concurso ser a diminuição do preconceito contra a profissão de acompanhante, muitas garotas não puderam participar por receio da exposição. Qual mensagem você teria para as garotas que ainda possuem medo de se expor?

Eu acho compreensível esse receio. Eu mesma por anos tive medo da exposição. Precisei de alguns anos de terapia, de auto aceitação para me revelar. Para mim foi libertador, a partir do momento que eu compreendi que eu não estava fazendo nada de errado, decidi que não fazia mais sentido me esconder. Mas veja, essa é a minha história, eu planejo um futuro, além do que eu faço hoje, em que não irei precisar anular o que eu vivi. Cada uma sabe da sua verdade. Meu conselho é: viva o presente mas não esqueça que é no hoje que escrevemos o futuro.

Amanda Smell, obrigado pelo seu tempo e pela entrevista. Deixe um recado para os nossos leitores.

Me acompanhe nas redes sociais e me conta o que achou dessa entrevista! (sorriso e piscadinha).



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.